Santos se vê com média de casos de Covid-19 maior do que São Paulo

Written by on 16/04/2020

Com mais de 20% de idosos entre seus habitantes, Santos possui média de casos de Covid-19 superior a São Paulo, epicentro da doença no Brasil, em cálculo feito pela Prefeitura santista que compara o número de infectados e a população de cada cidade. De acordo com coeficiente de incidência do novo coronavírus divulgado pela prefeitura, Santos tinha 623,11 casos para cada 1 milhão de habitantes, enquanto a capital do estado registrava 621,41, em números desta terça-feira (14).

Com 433.311 habitantes, Santos mostrava 270 casos de Covid-19 confirmados até esta terça – o número aumentou para 290 nesta quarta (15). São 572 casos suspeitos. Nesse montante, a cidade divulgou 129 pacientes internados, com 29 deles em UTI.

Já São Paulo registrava 6.993 infectados, entre 11.253.503 de moradores. No Brasil, eram 25.262 contaminados entre os 212.201.231 habitantes.

Para conter o avanço rápido do novo coronavírus, Santos ampliou o número de leitos e está investindo em testes rápidos. Mais de 20 mil exames chegaram à cidade, com prazo de resposta de 48 horas. “A gente tem feito o que está possibilitando ter um quadro próximo da realidade”, disse o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) à reportagem.

No número de óbitos, Santos também compete com a capital do estado. Eram 41,54 por milhão de habitante, enquanto São Paulo mostrava 46,21. Até esta terça, a cidade da Baixada Santista tinha 18 óbitos, mas a quantidade cresceu para 21 nas últimas 24 horas. Ainda são outras 26 mortes em investigação.

Os números fazem a prefeitura defender ainda mais o isolamento social em Santos. Desde o início da quarentena, a praia foi isolada, assim como o calçadão interditado, o comércio fechado e as aulas suspensas. Na última segunda-feira (13), segundo dados do governo do estado, a média de adesão ao distanciamento foi de 58%.

“Estamos tomando medidas restritivas e vamos avançar nela em razão das necessidades apontadas pelos números. Não tomamos decisões baseada em ‘achismos’, precisamos ouvir técnicos, especialistas, e os números apontam a realidade dos fatos, e apontam para medidas restritivas na cidade”, disse o prefeito.

Com um idoso a cada cinco habitantes, portanto alto percentual de pessoas pertencente ao grupo de risco, a cidade tem monitorado a situação das pessoas acima de 60 anos durante a pandemia de Covid-19.

“Temos feito um acompanhamento aos idosos que moram sozinhos. Qualquer acidente em casa, qualquer ocorrência acabam se conectando, com uma central que dá todo o apoio para cuidar desse idoso, que podem ser tratados em casa, a gente dá uma pulseira e um botão de emergência. Aprimoramos esse serviço para atender as pessoas com Covid-19”, disse Paulo Alexandre Barbosa.

Nas últimas 24 horas, Santos registrou 20 altas hospitalares de munícipes que estavam internados com sintomas de Covid-19, sendo que oito deles já tiveram a confirmação da doença e outros 12 aguardam resultados laboratoriais. Desde o início da pandemia, foram 123 altas, sendo 35 casos com confirmação da doença e 88 suspeitos.

O número de santistas internados com síndromes respiratórias apresentou redução nas últimas 24 horas, segundo a prefeitura. Na terça, eram 134 internados e, nesta quarta, são 129.

https://www.diariodolitoral.com.br/cotidiano/santos-se-ve-com-media-de-casos-de-covid-19-maior-do-que-sao-paulo/133952/

Foto: Nair Bueno/DL


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



[There are no radio stations in the database]