Mais de mil veículos tentaram entrar em Guarujá durante feriado da Páscoa

Written by on 14/04/2020

Durante o feriado prolongado de Páscoa, no último fim de semana, a fiscalização nos bloqueios rodoviários, implementados em Guarujá, como parte da prevenção à Covid-19, foi rigorosa, impedindo que 1.010 veículos entrassem no Município. Esse número se soma aos 4.997 anteriormente registrados, desde 22 de março, quando a medida foi implementada, totalizando mais de seis mil veículos impedidos de entrar na Cidade.

Outra medida restritiva, que entrou em vigor pouco antes do feriado, visando desestimular munícipes a saírem do isolamento social, foi a proibição de circulação de pessoas na orla das praias de Guarujá, através do decreto nº 13.598. Medida decretada no dia 8, proíbe a permanência ou prática de caminhada, corrida e outras atividades físicas ou esportivas, bem como passeios com animais domésticos e de estimação no calçadão da orla.

Para isolar a área, a Prefeitura instalou mais de mil gradis, além de faixas informativas espalhadas pelo calçadão, a fim de orientar a população sobre a determinação.

A fiscalização é realizada pelo efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM), que intensificou o patrulhamento em toda a extensão da orla, com uso de quadriciclo e bases fixas montadas em algumas praias.

TURISTAS BLOQUEADOS.
Guarujá continua com os bloqueios nos principais acessos à Cidade. A medida segue o decreto municipal nº 13.569, que oficializou o estado de calamidade pública no Município, decorrente das medidas de enfrentamento à pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Ao todo, são sete bloqueios que funcionam 24 horas e estão montados tanto na entrada da Cidade, quanto nas saídas das travessias de balsas de Santos e Bertioga.

As vias totalmente bloqueadas com estruturas de concreto (tipo New Jersey), sem acesso à Cidade são: Rua Waldomiro Macário (acesso aos prédios da Dow Química), Via Fassina (acesso ao Porto de Granéis e demais empresas) e a Avenida Tancredo Neves (acesso aos bairros Cachoeira, Vila Edna e Vila Zilda).

Também há barreiras sanitárias de fiscalização. Elas estão na Avenida Áurea Gonzáles Conde (acesso a Vicente de Carvalho), Rua Idalino Pinez (Rua do Adubo – acesso exclusivo de caminhões ao Porto), Avenida Vereador Lydio Martins Correa (acesso à Enseada e Morrinhos) e Avenida Santos Dumont (na entrada principal da Cidade). Há, também, barreiras, do tipo, nas saídas das travessias de balsas de Santos e Bertioga.

Todos os bloqueios ficam nos arredores da Rodovia Cônego Domenico Rangoni. Como alternativas de trânsito para quem presta serviços essenciais, o motorista que quiser acessar os bairros Morrinhos, Vila Edna, Vila Zilda e Cachoeira poderão utilizar a Avenida da Saudade e a Avenida Lydio Martins Correa, por meio do túnel. Já para os bairros do Distrito de Vicente de Carvalho, o acesso poderá ser feito pela Avenida Santos Dumont.

A fiscalização está a cargo de mais de 100 agentes da Guarda Civil Municipal e das diretorias municipais de Trânsito, de Transporte e de Força-Tarefa, órgãos ligados à Secretaria Municipal de Defesa e Convivência Social.

ACESSO LIVRE.
O acesso é livre para os veículos cujos ocupantes apresentem um comprovante de domicílio no Município. Também têm passagem liberada os veículos em comprovado exercício de atividades essenciais como segurança pública, saúde e assistência social, além daqueles que estiverem transportando alimentos, combustíveis e outros insumos indispensáveis para o abastecimento local.

Todas essas medidas seguem as diretrizes das decisões metropolitanas, tomadas pelos nove prefeitos da Baixada Santista, em reunião por videoconferência, realizada no dia 21 de março, além de diretrizes do Governo do Estado e de recomendações do Ministério Público de São Paulo.

https://www.diariodolitoral.com.br/guaruja/mais-de-mil-veiculos-tentaram-entrar-em-guaruja-durante-feriado-da/133887/

Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Guarujá


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



[There are no radio stations in the database]